Páginas

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Dando um tempo...

O conto é "O Último Dia de Um Poeta" de Machado de Assis.

" Onde foi agora esse tempo? Passou como passaram as folhas de todos estes arbustos;
mas os arbustos, se perderam umas ganharam outras, e nem houve, neste abençoado
clima, espaço algum entre a queda das primeiras e o abrir das últimas. Só em mim, ilusões e esperanças que me caíram uma vez, não me renasceram mais, e eu fiquei, como tronco árido e seco, chorando o que fui, chorando o que sou, chorando o que hei de ser.
Mas o que dói é esta alegria universal, esta placidez com que a natureza vem assistir à minha morte, garrida e alegre como se fora um espetáculo. Ó mãe cruel, que não honras a morte de teus filhos com uma lágrima de dor e um suspiro de mágoa... Parece que te apraz criá-los para matá-los, produzi-los com uma ilusão, absorvê-los com um desengano, verdadeira condenação dos que não aguardavam esse desengano e acreditaram nessa ilusão..."

É a minha parte preferida!

2 comentários:

yasmin_plastic disse...

Oi Lindinha, tudo bom?
Adorei seu blog!
Vim aqui também pra te convidar pra dar uma entradinha no meu, espero que goste!

Beijos,

Yasmin
www.plasticky.wordpress.com

taatie a. disse...

bom, gostei do seu blog moça!
e o trecho de machado de assi é bem legal!
passa lá no meu:*